12 de julho de 2010

PROFISSÃO X FAMÍLIA

Por: Pr. Davidson Freitas

Essa é uma questão que passa na cabeça da maioria das pessoas que estão inseridas no mercado de trabalho. Atualmente o ritmo acelerado do cotidiano nos coloca diante do dilema de equilibrar o tempo entre a vida profissional e pessoal. Constantemente fazemos escolhas em prol da carreira profissional que afetam a vida pessoal, nos esquecendo que a vida pessoal é muito mais importante que o progresso profissional e deve ser vista como a carreira mais longa que teremos.

A sociedade do nosso século pressiona todas as pessoas para uma busca incessante do sucesso.

Mas o que é sucesso? Qual o conceito de sucesso que temos definido em nossos corações?

Para a sociedade, sucesso está diretamente ligado ao crescimento hierárquico nas empresas, aumentos sucessivos e generosos nos salários, aquisição de casa, carros modernos, na forma como nos vestimos, restaurantes que freqüentamos, grandes reservas financeiras aplicadas em contas bancárias entre muitos outros.

Certamente esses fatores podem caracterizar o sucesso. Contudo, isso é muito menos do que precisamos para ser realmente bem-sucedidos.

Na revista Você S/A de junho/2010 é possível encontrar algumas reportagens sobre o sucesso sob a ótica da sociedade do século XXI. Em uma delas está a história de um empresário brasileiro bem sucedido em seus negócios. Influente, cercado de gente poderosa, fecha negócios vultuosos e ganha muito dinheiro.

Segundo ele mesmo, trabalha 20 horas por dia, dormindo 3 ou 4 horas no máximo. Nesta correria, conforme a reportagem, seu contato com os três filhos se resume às três vezes em que ele os leva à escola, os sábados quando não está trabalhando e aos domingos até às 18h, quando volta a trabalhar. Um amigo próximo declarou: “ele abdicou da vida pessoal em nome do sucesso profissional.” E disse mais: “As pessoas o admiram e o respeitam pela determinação e excelência, mas dificilmente você vai encontrar alguém que inveje a vida que ele leva.”

Esta reportagem me fez refletir mais uma vez sobre este assunto: a administração do tempo de forma a conciliar o sucesso profissional com o sucesso na família.
Em quase todas as palestras sobre família, podemos ouvir que o sucesso na vida profissional não compensa o fracasso na família.

Apesar de ser uma verdade, muitas vezes, nos esquecemos disso sempre pensando que a família vai compreender bem, afinal, estamos lutando para um maior conforto, melhor qualidade de ensino para os filhos, maior comodidade para todos.

Empresários, líderes religiosos e profissionais em geral, amando de forma sincera e verdadeira o trabalho, muitas vezes descuidam da família.

O maior tesouro que deixamos para os nossos filhos não está nas coisas materiais, mas sim na marca de amor, cuidado e apreço que deixamos quando temos com eles um relacionamento de proximidade, companheirismo, amizade e afeto. Não adianta a conquista de tudo à sua volta se sua família não estiver bem.

Certamente, você ao ler este texto vai achar tudo isso muito interessante, mas vai dizer que sem o sucesso profissional não terá condições de pagar todos os custos da sua família. Isso é verdade, mas é necessário conciliar as duas áreas de sua vida entendendo a importância que cada uma delas tem para você.

É muito comum encontrar pessoas que colocaram suas famílias em segundo plano, preferindo seu crescimento profissional. Em muitos casos, estas pessoas afirmam que esta definição é temporária a fim de atingir algumas metas definidas. Contudo, o que vejo no acompanhamento de algumas famílias é que este segundo plano nunca volta a ser o primeiro. Outros pensam que mais importante do que ter uma família feliz é parecer ter uma família feliz. Há ainda os que encontram outro caminho: acabam por buscar em seu trabalho o amor que não encontram em casa, vivendo assim, uma vida dupla, com duas “famílias” ou dois “casamentos”. Pensam até que são felizes, mas enganam a si mesmos.

Não se pode esquecer que uma família bem estruturada e um relacionamento harmonioso em casa farão a diferença em nossa jornada profissional. Ter ao nosso lado um cônjuge que nos apóia e filhos com quem temos um relacionamento amoroso com tempo de qualidade, são fatores essenciais para que possamos enfrentar os tempos difíceis. Quando chego a minha casa após um longo dia de trabalho, desgastado pelas questões tratadas ao longo daquela jornada e recebo o sorriso de minha esposa e das crianças, sinto o tão grande cuidado de Deus para comigo e então, o meu coração se renova.

Não existe cargo ou posição social maior do que aquela atingida entre as quatro paredes de nossos lares. O título de pai/mãe, esposo/esposa, talvez não nos dará o status que a sociedade valoriza, mas sem dúvida nós dará a felicidade que precisamos para ser criativos e eficazes no que fazemos. O sucesso profissional com felicidade está diretamente ligado ao sucesso em nosso lar. Um sem o outro deixa um vazio difícil de ser preenchido.

Por isso, busque a direção de Deus para ter sabedoria a fim de equilibrar sua vida, distribuindo de maneira adequada seu tempo, sua atenção, sua disposição e esforços entre a família, que deve ser sua prioridade, e sua vida profissional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que jorre para a vida eterna.
João 4:14

E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida.
Apocalipse 22:17
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

whos.amung.us