Porque os Cristãos Evangélicos hoje estão cada vez mais descredibilizados?

A IGREJA HOJE ESTÁ:

25 de junho de 2012

COMO VENCER O EXCESSO DE PESO


Sempre e para sempre a Bíblia é prática. Não é só uma coisa bonita, uma fantasia; ou algo que se cobre de pó em sua mesa..
É um livro pelo qual você pode se guiar! Funciona. Relaciona-se com o lugar onde você vive; preocupa-se com o que o preocupa! Assim sendo, a Bíblia se interessa por seus hábitos alimentares e tem muito a lhe dizer sobre a alimentação.
O PROBLEMA DOS ALIMENTOS
Você não é a primeira pessoa a Ter problemas com os alimentos! Qual foi a primeira coisa a causar dificuldades para Adão e Eva? Alimentos! Que comeram? Fruto proibido!
Qual foi o problema de Esaú? Comer lentilhas. Ele as apreciava demais! Não está errado comer lentilhas, mas ele vendeu seus direitos de primogenitura por um cumbuca de seu prato preferido. E o alimento foi sua perdição!
Você se lembra de Belsazar? Na noite da queda da Babilônia ele deu uma grande festa, que se transformou numa orgia de bêbados. Ele bebeu dos vazos sagrados, e a comida contribuiu para sua perda de poder.
Existe outro homem na Bínlia que literalmente caiu, devido ao seus maus hábitos alimentares. Seu nome é Eli. Ele era excessivamente gordo, e adorava carne gorda. A Bínlia nos conta em I Samuel, 1-4.
Os filhos de Eli começaram também a adorar carne gorda, e roubavam-na dos sacrifícios. Deis disse à Eli: "Ponha seus filhos debaixo de disciplina , ou eu os despojarei de seu ministério". Duas vezes o Senhor avisou à Eli, no entanto ele preferiu comer a obedecer!
A situação de Eli era realmente triste porque ele realmente amava a Deus, mas não conseguia se livrar-se dos maus hábitos alimentares nem educar seus filhos. Ele estava tão obeso que, ao ouvir que seus filhos tinham sido mortos e a Arca da Aliança roubada, perdeu o equilíbrio, caiu para trás e quebrou o pescoço.
Maus hábitos alimentares produzem os mais variados tipos de efeitos mas não perca a esperança, pois podemos nos livrar deles.
O DESEJO PELA COMIDA
Todos nós temos vontade de comer isso é natural. Nossos corpos requerem comida para se sustentarem. Quando, porém, esse desejo fica fora de nosso controle, estamos em sérias dificuldades.
Quando falamos em luxúria, geralmente nos referimos ao âmbito do sexo, mas existe também luxúria em termos de alimentos e, se pudermos encontrar suas causas, teremos dado um grande passo na solução problema.
Às vezes tenho uma vontade imensa de comer chocolate com amêndoas, isso não acontece amiúde, graças à Deus, mas , quando vem, fico pensando em "chocolate com amêndoas, chocolate com amêndoas!
Uma barra não faz mal algum, mas comer mais algumas pode resultar em desastre!
Certa vez tentei analisar o momento exato em que sentia essa vontade enorme de comer chocolates e penso Ter encontrado a resposta em provérbios, aquele bom e prático livro sobre sabedoria: "A preguiça faz cair em profundo sono, e o ocioso vem a padecer de fome" (19:15)
As pessoas inativas sentem fome! Já notou que nos momentos em que há pouco para fazer e sua mente vagueia, é mais fácil ir à geladeira e comer? Já notou que, quando não se está ocupado há maior tendência a pensar em comida?
Quando não estamos engajados em alguma atividade útil é muito fácil nos viciarmos em comer. Assim, é bom mantermo-nos ocupados, pois isso ajuda a emagrecer e permanecer magro. É bom manter mente e corpo ocupados. Provérbios 27:7 diz: "A alma farta pisa o favo de mel, mas à alma faminta todo o amargo é doce".
A alma é composta pela mente e por emoções. Note que este versículo se refere a uma alma pura, completa, à mente que, constantemente, pensa em coisas boas, planos bons, as pessoas de alma pura não pensam constantemente em doces - estão ocupadas enchendo suas mentes com pensamentos empreendedores.
Por outro lado, uma alma faminta ou uma pessoa de mente inativa, indisciplinada, sente sabor em todas as coisas. Até coisas amargas têm bom gosto para elas! Mantenha seu corpo e sua alma ocupados e repletos da palavra - isso fará com que seus hábitos alimentares satisfaçam ao Senhor.
Outra orientação sobre o bem comer está em provérbios, 13:25: "O justo tem o bastante para satisfazer seu apetite, mas o estômago dos perversos passa fome".
Neste caso a palavra-chave é satisfação. Você pode comer até satisfazer sua alma ou ir além e empanturrar-se. A maior parte das vezes passamos da conta porque a comida é gostosa; os justos vão além da satisfação e permanecem dentro de seus limites.
Todos gostam de bolos, não? São maravilhosos! Certa vez eu e meu marido estávamos ministrando na Finlândia. Nunca ví tantos doces em minha vida! Praticamente metade das lojas de cada rua apresentavam doces em suas vitrines e nós achávamos que deveríamos experimentar cada um que fosse diferente. Passou a ser difícil sair do hotel!
As escrituras apresentam algo interessante sobre doces - elas as chamam de "belezas enganadoras". Em provérbios 23:3, aparece: "Não cobices os seus delicados manjares, porque são comidas enganadoras". Doces em excesso podem fazer mal. Têm boa aparência, mas a aparência pode ser enganosa!
Eis um versículo que pode surpreender: Provérbios, 25:27. Não é bom comer muito mel. Mel, no caso significa coisas doces. É preferível comer coisas doces naturais, como frutas. Alimentos açucarados são bons mas, em excesso, podem fazer mal – a não ser que trate da palavra.
Falamos dos perigos dos doces. Agora vamos falar sobre os perigos da carne em excesso. Lembro-me de que, há anos, a carne tinha a função de dar energia quando se estivesse cansado e os auto-adesivos diziam: coma carne; e depois os criadores aparecem com alguma coisa a respeito de comer carne de cordeiro.
Então os cientistas começaram a dizer que a dieta dos americanos era muito rica em proteínas. Salomão sabia, há milhares de anos, que o consumo de alimentos ricos em proteínas não era aconselhável. Ele disse em Provérbios, 23:20: "Não estejais entre os bebedouros de vinho, nem entre os comilões de carne". Somos uma nação de comedores de carne e em todos os restaurantes serve-se carne – bifes, bifes, bifes. Muita carne não é bom, da mesma forma que muitos doces não o é.
A ALIMENTAÇÃO
Comer prejudicou a Adão e Eva e também Esaú, Eli e seus filhos e Belsazar. Comer doces e muita carne não é bom. Ninguém deve exagerar e ficar doente por causa de sua alimentação: queremos ser saudáveis. E a pergunta seguinte seria, naturalmente: "Que posso fazer para mudar meus hábitos alimentares?".
A Bíblia nos ensina como controlar nossos desejos por comida em excesso. Primeiramente é bom confessar a palavra sobre sua saúde, mas creio que não é bom confessar e depois fazer tudo errado. Uma vez alguém me disse que era tal sua fé que se desfizera de sua escova de dentes. Isso não é fé – é mau hálito! A Bíblia nos oferece certos parâmetros e, na medida do possível, devemos segui-los. A primeira escritura a seguir para alternar nossos hábitos alimentares é I Coríntios, 10:31: "Portanto, quer comais, quer bebais, ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a Glória de Deus".
Pergunte-se se seus hábitos alimentares glorificam a Deus. E, lembre-se, você pode ser muito magro e, mesmo assim não glorificar o Senhor ao alimentar-se! Mas, Por outro lado, se você parece um balão, será que as pessoas veram Deus refletindo em você? Se já tentou tudo isto o seu corpo insiste em ficar fora de linha eu lhe farei algumas ofertas um tanto mais fortes!
Provérbios, 23:2 diz: "Mete uma faca à tua garganta, se és homem glutão". E isso é bastante sério! Controle-se e diga de si para si: "Levei esta ganância pela comida à cruz e considero-me morto em relação a este pecado e vivo perante Deus". Dizer isto é bom e melhor do que realmente cortar seu pescoço, mas o conceito envolvido mostra quão sério se tem que ser em relação a maus hábitos alimentares.
Há sempre quem diga: "E se eu morrer de fome?" Tenho uma boa resposta para isso! Provérbios, 10:3 diz: "O Senhor não deixa Ter fome o justo, mas rechaça a avidez dos perversos". Não creia na do diabo de que Deus o deixará à míngua.
Quando em viagens tenho, às vezes, pouco tempo para me alimentar à hora certa. Faço uma reunião e, em seguida, pego o avião para atender a outra. Normalmente, não gosto de comer antes de um culto porque isso me impede Ter as lembranças necessárias, não consigo ficar tão espiritualmente ativa se fizer uma grande refeição.
Usualmente não tomo café da manhã, daí Ter uma grande fome lá pelas três ou quatro horas da tarde e aí tomo uma refeição forte. Depois das reuniões noturnas volto a Ter fome mas, por ser muito tarde, não gosto de de me deitar logo depois de comer, pois isso não é bom para o sono e para o corpo. Mas minha mente me diz, "Você morrerá de fome se não comer algo agora e ficará doente se não se alimentar adequadamente". Uma situação ridícula, não? Não ficarei doente se tomar uma boa refeição por dia. Posso agüentar perfeitamente! Assim, é necessário que eu jogue por terra a mentira do inimigo e me discipline a obedecer aos hábitos normais de alimentação.
Uma das melhores maneiras de corrigir os maus hábitos alimentares é orar em espírito. Romanos, 8:26 diz: "Também o Espírito, semelhantemente, nos assiste em nossa fraqueza; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis".
Que é uma enfermidade? É uma fraqueza. O espírito ajuda quando você não está firme, quando não está forte ou está indisciplinado.
Você está certo quanto a seus hábitos alimentares? Se não está, ore no espírito antes de sentar-se para tomar suas refeições e ele o ajudará. Ore por dez minutos antes de começar a comer e ao passar pela geladeira e isso o ajudará nas suas fraquezas e as tornará sua fortaleza.
Agora já consideramos os perigos da alimentação, o que não comer e maneiras de eliminar maus hábitos alimentares. Vamos agora ser positivos e examinar a questão de como comer. Provérbios, 18:20 diz: "Do fruto da boca o coração se farta, do que produzem os lábios se satisfaz".
Diga coisas boas de seu alimento antes de comer, diga uma palavra boa a respeito dele. Ele pode não ser uma iguaria vinda do hotel Hiton, mais saberá melhor se você falar bem dele ao invés de queixar-se.
Quando nossos tios Mike e Sarah estavam na fase de crescimento se dissessem "não gosto disso" meu marido dizia "gostamos de tudo nesta casa, gostamos de tudo que há nela". Mike e Sarah tinham, então, que comer um pouco de cada coisa, gostassem ou não. Adivinhem o que aconteceu? Você está certo! Começaram a gostar de tudo!
Mike me disse, certa vez, espantar-se com a quantidade de garotos da sua idade que não gostavam de muitas coisas. Disse: É desagradável ver tantos amigos que não gostam disto ou daquilo. Eu gosto de tudo! "Perguntei-lhe, então: Quem teria contribuído para isso? "Papai", foi sua resposta simples.
Diga coisas corretas antes de comer pois, se fizer cara feia ou disser coisas desagradáveis, seu corpo ficará predisposto a rejeitar o que comer e prejudicará a nutrição de que seu corpo precisa. Muitas pessoas se prejudicam com seus alimentos porque comem em estado de depressão. Provérbios apresenta algo sobre isto também: "Todos os dias do aflito são maus, mas a alegria do coração é banquete contínuo" (15:15)
Coma alegremente e o alimento será uma festa: pode ser apenas biscoito e leite, mas você estará alegre e a comida saberá bem. Todo o alimento tomado com alegria parecerá sempre uma festa contínua e lhe dará maiores forças. Neemias diz no capítulo 8, v.10: "...Ide, comei carnes gordas, tomai bebidas doces enviai porções aos que não tem nada preparado para si(...) porque a alegria do Senhor é a vossa força".
Se você estiver deprimido, afaste-se de alimento! Se suas emoções estiverem mal o alimento fará nós em seu estômago. Provérbios, 15:17 diz: "Melhor é um prato de hortaliças, onde há amor do que o boi cevado e com ele o ódio".
Não coma quando estiver tenso pois isso lhe causará doença física. Como pensa que se adquire úlceras? Por comer quando nervosos, quando não há perdão no espírito, quando zangados. Corrija primeiro sua atitude, depois coma com alegria e você terá uma permanente festa.
A Bíblia continua por nos dizer que comamos com temperança: "Achaste mel? Come apenas o que te basta; para que não te fartes dele, e venhas a vomitá-lo" (Provérbios, 25:16)
E como a Bíblia está correta, mantenha-se em equilíbrio, coma somente o suficiente. Gosta de biscoitos de chocolate? Não comeria uma dúzia sem parar? Isso se chama exagero, pois seu corpo sabe o que é suficiente e, se você for além de sua conta, vomitará. Ninguém deve chegar a esse ponto!
Peça ajuda a Deus no que respeita a temperança. Diga de si, ao sentar-se para comer, que ingerirá apenas o necessário. Uma escritura que tenho apreciado através dos anos é Provérbios, 30:8, que interpretei de forma espiritual e natural: "Afasta de mim a falsidade e a mentira; não me dês nem a pobreza nem a riqueza; dá-me o pão que me for necessário".
Temos que tirar os olhos da comida física e comer somente o que for necessário para o nosso crescimento, uma dieta balanceada de alimento físico e espiritual. Peça a Deus que lhe dê somente o necessário num dado momento pois, é possível que você seja encorajado pela palavra a alinhar seus hábitos alimentares de acordo com as linhas mestras que vimos examinado.
SANTIFICAÇÃO DO ALIMENTO
Um dos aspectos importantes na alimentação, algo que o ajudará a ter uma atitude correta em relação a comer se encontra em I Timóteo, 4:3-5: "...que proíbem o casamento, exigem abstinência de alimentos, que Deus criou para serem recebidos, com ações de graça, pelos fiéis e por quantos conhecem plenamente a verdade; pois tudo que Deus criou é bom, e, recebido com ações de graça, nada é recusável, porque pela palavra de Deus, e pela oração, é santificado".
Estes versículos nos ensinam que não temos que ser vegetarianos e que qualquer criatura serve como alimento, mas que não devemos nos tornar ávidos consumidores de carne. Sabia você que tudo aquilo que recebe suas orações, dando graças, é marcado por Deus, para seu bem-estar? Creio que, se faltarem nutrientes em seu alimento, Deus poderá compensar essa falta se você agradecer e orar por ele.
Isso não quer dizer, porém, que você pode negligenciar o planejamento de boas refeições, embora, às vezes, não seja possível se alimentar corretamente. Viajo de avião freqüentemente e sei que o alimento em aviões não é dos melhores e, assim, gosto de lembrar Deuteronômio, 7:13-15 antes de comer. Ali está dito que Deus abençoará minha comida e minha bebida e afastará toda doença: "...ele te amará e te abençoará e te fará multiplicar; também abençoará os teus filhos, e o fruto da tua terra, o teu cereal, o teu vinho e o teu azeite, e as crias das tuas vacas e das tuas ovelhas, na terra que, sob juramento a teus pais prometeu dar-te. Bendito será mais do que todos os povos; não haverá entre ti nem homem nem mulher estéril, nem entre os teus animais. O Senhor afastará de ti toda enfermidade; sobre ti não porá nenhuma das doenças malignas dos egípcios, que bem sabes, antes as porá sobre todos os eu te odeiam".
Acreditar em tudo que se lê ou se escreve sobre os alimentos leva à frustração: "bacon causa câncer, café causa câncer" e, se seguíssemos tudo isso não saberíamos o que comer! Peça a Deus que santifique seu alimento e ele afastará de você as doenças, pois não é possível ser, sempre, seletivo quanto à comida, mas é possível orar corretamente antes de tomar o alimento.
Penso que Deus deve ter protegido nosso grupo ministerial devido a nossas confissões certas. Deixe-me contar uma experiência ocorrida no México: fomos a um vilarejo bem no interior e, após a cerimônia, fomos convidados a ficar e tomar uma refeição. As pessoas do local eram receptivas e amigas, mas até hoje, não sei o que comemos. Era uma cidade muito pobre e não vi muitos cães perambulando pelas ruas – não mesmo! Teriam servido carne de cachorro?
Disseram-nos que tínhamos comido molé. Já havia comido molé de frango e de peru em outras ocasiões e gostado. Mas naquele momento pensei: se isto é molé de cachorro, tenho que comer e gostar. Senhor, recebo esta comida com graças e oração. Comi tudo, gostei e não me fez mal algum. Algumas pessoas vão ao México e voltam doentes, mas não nós! Fiz a coisa certa e aquela comida foi "preparada" para mim através de graça e da oração.
A ESCOLHA DO ALIMENTO
A Bíblia nos orienta sobre o que deveríamos comer: "Subindo de novo [Paulo], partiu o pão e comeu, e ainda lhes falou largamente até o romper da alva. E assim partiu" (Atos, 20:11).
Paulo tinha o hábito de comer o pão com os cristão, como uma forma de camaradagem, pois algo acontece quando se come com os outros, que faz surgir a amizade. Paulo comia com grande expectativa, pois esperava ter saúde em conseqüência de sua alimentação. Ele entendiam e um bom exemplo disto está em Atos, 27. Paulo avisou aos donos de um navio que não zarpassem, pois havia perigo mas eles partiram assim mesmo: surgiu uma imensa tempestade a parecia que todos iriam morrer.
Então Paulo disse: "Eu vos rogo que comais alguma coisa; porque disto depende a vossa segurança; pois nenhum de vós perderá nem mesmo um fio de cabelo". (27:34). Deus é prático! Ele sabia que aqueles homens precisavam carne para sua saúde. Dito isso, tomando o pão deu graças a Deus diante de todos e, tendo-o partido começou a comer. E todos tomaram ânimo e se puseram também a comer carne.
Atente para o que Paulo comeu e o que os outros comeram. Não comeram a mesma coisa: a tripulação comeu carne, ao passo que ele comeu pão. Ora, se carne era bom para a tripulação, porque não era para Paulo? Acho que Deus me deu a resposta correta. Quando os primeiros cristãos se encontravam, geralmente havia um culto de comunhão. Comiam pão e bebiam vinho celebrando a morte e a ressurreição de Jesus. E o pão que comiam era levedado, o que é muito significativo.
Através do Velho Testamento, em quase todos os casos, o pão utilizado em festas religiosas era sem fermento, pois o fermento simbolizava o pecado. Mas em I Coríntios, 11:23,24 Paulo diz que Jesus tomou o pão e, dando graças, o partiu dizendo recebei e comei. O pão mencionado nessa passagem é pão fermentado ou pão crescido. Em Atos, 27 consta que Paulo comeu pão fermentado (o grego "artos" usado em ambos os versículos, significa pão fermentado) e a tripulação carne.
Porque Paulo comeu pão fermentado e os primeiros cristãos também? Porque o pão fermentado representava o poder da ressurreição opere em nossos corpos e que toda a doença seja eliminada! Mas devemos comer o alimento adequado! Se você for tentado a comer uma torta de amoras ou um pedaço de bolo, pense em comer pão fermentado. Pense em receber o poder da ressurreição - o poder que você precisa para eliminar todos os seus maus hábitos alimentares. Quanto mais poder de ressurreição você der a seu corpo e a sua mente, mais fácil dizer "não" aos maus hábitos alimentares.
O REINO DO ALIMENTO
À guisa de revisão: seguir os pontos listados vai ajudá-lo a manter uma dieta adequada e ficar em boa forma física, afim de que seu corpo esteja sempre conforme Deus deseja. Examinamos todos os males que a comida pode trazer às pessoas e como combater maus hábitos, como comer diferentes tipos de alimentos, como santificar o nosso alimento de modo a que nos traga força e saúde. Por fim, aprendemos a escolher o alimento mais importante - o pão fermentado, que traz o poder da ressurreição para nossos hábitos alimentares.
O último ponto é, sem dúvida, o mais importante. Paulo disse em Romanos, 14:17: "Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas a justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo". Não devemos nos graduar no "reino da comida", mas no Reino de Deus. Não preste toda a atenção a seus hábitos alimentares, seja você gordo ou esquelético: tire seus olhos desse problema e coloque-os no Reino de Deus; ore no espírito e comece a devorar o pão fermentado, o que lhe dará forças para superar maus hábitos alimentares.
Eis alguns casos dos passos práticos para alterar seus hábitos alimentares e ver seu corpo melhorar:
1.       - Mantenha sua mente ativa - pense coisas boas.
2.       - Não coma para empanturrar-se, coma apenas o necessário
3.       - Observe o quanto come de doces e carnes
4.       - Ao comer, faça-o pela glória do Senhor.
5.       - Leve seus maus hábitos alimentares à cruz e deixe-os mortos.
6.       - Ore no espírito por dez minutos antes de sentar-se para comer
7.       - Não coma quando deprimido
8.       - Ore a palavra de Deus sobre sua comida.
Agora que você terminou de ler este prático estudo, aja em nome de Deus e isso ajudará a vencer o excesso de peso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que jorre para a vida eterna.
João 4:14

E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida.
Apocalipse 22:17
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

whos.amung.us