Porque os Cristãos Evangélicos hoje estão cada vez mais descredibilizados?

A IGREJA HOJE ESTÁ:

5 de abril de 2013

O lugar do púlpito no testemunho





Alguém já disse que a igreja evangélica brasileira é “pulpitocêntrica”. Exageros e extremismos à
parte, não há como negar a importância do púlpito na prática cristã contemporânea. A palavra do pastor, enunciada do púlpito, tem acolhimento certo por parte dos membros da igreja. Todos sabem que, se tal coisa está sendo dita do púlpito, merece a atenção e o carinho daqueles que a recebem.
O púlpito anuncia a Palavra que liberta.
Chamamos isso em Teologia de função kerigmática: A proclamação do Evangelho é a principal
função da pregação. Como um arauto dos tempos modernos, o pregador anuncia o amor e a graça
de Deus, através da pregação. Por isso ela deve ser bíblica, expositiva, contundente e anunciada com unção e autoridade espiritual. A pregação do verdadeiro Evangelho é o testemunho que acontece do púlpito.
O púlpito também discipula e edifica os salvos.
Uma vez alcançado pelo “kérigma”, a pessoa é tomada por desejo enorme de crescer no
conhecimento do Senhor Jesus. Também nasce em seu coração a convicção de que precisa operacionalizar mudanças em todas as áreas de sua vida. Então volta a sua atenção para a mensagem que o pastor prega. É nesta mensagem que ela encontra o alimento e a direção para a sua vida; observando os princípios pregados, ela vai se assemelhando a Cristo, dia a dia; vai tornando-se discípula do Senhor.
O púlpito ainda convoca discípulos para o
campo. Ouvindo a palavra alicerçada na Bíblia e anunciada com autoridade profética, o discípulo
tende a ser incomodado com a missão evangelizadora e, logo, entenderá que, quer no exercício de
sua profissão, quer na dedicação de sua vida exclusivamente à causa do Evangelho, o fato é que ele
precisa permitir que Deus molde nele um missionário a levar a Sua Palavra aos de perto e aos de
longe. Uma testemunha em ação.

Lécio Dornas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que jorre para a vida eterna.
João 4:14

E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida.
Apocalipse 22:17
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

whos.amung.us